Eleições 2008

Apesar de deixar alguns “Paulos Maluf´s” de fora nessas eleições, continua sendo engraçado o brasileiro reclamar de corrupção na política. Afinal, políticos corruptos e malandros que aparecem estampados em capas de jornais, recebendo graves acusações, continuam sendo eleitos pelo POVO.

Interessante demais, né?

O povo reclama, mas continua votando nos ladrões engravatados.

Isso seria mais ou menos como se o marido cachaceiro chifrasse a mulher, batesse nela quando chega em casa, e mesmo assim a mulher continua querendo que o marido fique ao lado dela. Esse é o caso chamado: “Mulher de malandro”.

Mais engraçadas ainda são as pessoas que dizem não votar direito com responsabilidade por que não adianta, por que nada mudará.

Ah… Então, é votando no seu conhecido analfabeto, no corrupto pai do seu amigo ou no cafetão conhecido da família é que mudará alguma coisa?

Esse é o caso do “Se é pra enfiar, enfie tudo de uma vez”. Depois, não adianta chorar…

É como se você pegasse a senha da sua conta bancária, entregasse pro primeiro marginal que visse na rua, e deixasse que ele administrasse seu dinheiro. Inteligente mesmo isso, heim?

Tá certo que uns 99,5% dos políticos são corruptos. Mas se esforçe aí um pouquinho e procure votar naqueles que fazem parte do 0,5%.

Dê uma olhada em algumas “cositas boas” que rolaram nessas eleições municipais 2008:

– No Rio de Janeiro, uma candidata que está encarcerada no presídio federal de Catanduvas foi eleita com aproximadamente 22 mil votos.

– Em São Paulo, foram eleitos: o pagodeiro Netinho, o cantor Agnaldo Timóteo, e o candidato mais votado – Gabriel Chalitta – foi o único que não respeitou a lei que proíbe colocar cartazes nas ruas (E ele já foi secretário de Educação de Geraldo Alckmin).

– O ex-presidente da câmara Severino Cavalcanti (PP) foi eleito prefeito da cidade pernambucana de João Alfredo.

“No dia 5 de setembro de 2005, Severino Cavalcanti viajou à cidade norte–americana de Nova York para participar de uma conferência na sede da ONU. A viagem coincidiu com as denúncias do mensalinho, um esquema de pagamento de propina em que Severino Cavalcanti estaria envolvido – daí a suposição de que ele estaria aproveitando a própria viagem para esquivar-se das acusações. De fato, foi mostrada em rede nacional uma cópia ampliada do cheque compensado, utilizado para pagar-lhe o mensalinho.

Em 21 de setembro, Severino Cavalcanti renuncia a seu mandato de deputado federal em decorrência das denúncias de um esquema de pagamento de propina em que estaria envolvido, o chamado mensalinho. Sebastião Buani, o dono de um restaurante da Câmara, acusou Severino de cobrar-lhe a mensalidade de 10 mil reais sob a ameaça de fechar o restaurante dele.”

Anúncios

2 Responses to Eleições 2008

  1. Erich disse:

    A memória do brasileiro é muito curta … mas acredito que estamos melhorando afinal, aqui em sampa Sergio malandro, Dinei, Leo Aquila e outros bizarros ficaram de fora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: